Searense que matou a ex-mulher em Balneário Piçarras vai à Juri nesta quarta-feira

0
546

A Justiça da Comarca de Balneário Piçarras, litoral catarinense, marcou para a próxima quarta-feira, dia 17 de novembro, a partir das 13 horas, um novo julgamento para o réu Jaciel Wilck, que é acusado de homicídio. Em 24 novembro de 2015 Jaciel matou a tiros a searense Neiva Aparecida de Oliveira, 29 anos.

O acusado já havia sido julgado no dia 01 de agosto de 2017, no Fórum da Comarca de Balneário Piçarras, e naquela ocasião foi condenado a cinco anos de prisão, em regime aberto, pela morte da searaense. Como Jaciel havia ficado preso preventivamente por um ano ele saiu em liberdade daquele júri. A família da vítima entrou com recurso para a anulação do julgamento. Com o recurso acatado o juiz, Luiz Felipe Valliat, que vai presidir a sessão, marcou novo júri.

O advogado do searense Márcio Dal Piva também vai atuar na acusação juntamente com o Ministério Público. O réu Jaciel Wilck terá como advogado Jonathan Moreira dos Santos.

O crime
A searense Neiva Aparecida de Oliveira foi morta no dia 24 de novembro de 2015, por volta de 20h50, na Rua Henrique Todeschine, Centro de Balneário Piçarras.  Neiva e Jaciel estavam separados. Ele teria efetuado disparos de armas de fogo contra a residência e o veículo da vítima. Depois de cometer o crime, Jaciel fugiu para Navegantes onde foi detido e confessou o assassinato apontando o local onde estava o veículo usado na fuga e a arma utilizada no crime. O corpo de Neiva foi sepultado em Seara onde moram seus familiares. Ela deixou dois filhos.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui